R. Judith Passald Esteves, 137 - Jd. Colombo - São Paulo/SP • CEP 05625-030

Telefone: (11) 3744-7492  (11)3772-5661  (11)3743-3516

contato@casamariahelenapaulina.org.br

Sobre nós

A Casa Maria Helena Paulina é uma organização não governamental paulista fundada em 1992 que acolhe jovens com câncer - ou outras enfermidades - e seus acompanhantes oriundos de diversos estados brasileiros que se encaminham para São Paulo em busca de infraestrutura de tratamento adequado às suas necessidades. Essas famílias quando chegam, encontram uma realidade tão difícil quanto a própria doença: falta de dinheiro, falta de informação e falta de condições para se manter na cidade durante o tratamento, que pode durar meses.

 O diagnóstico e o tratamento fora de domicílio, interferem no equilíbrio e no bem estar do paciente. Pensando nisso, o trabalho da Casa é voltado a acolher as pessoas, tornando a estadia dos assistidos a melhor possível, como se estivessem em seu próprio lar.

 Desta forma A Casa Maria Helena Paulina oferece moradia, alimentos, assistência psicológica, produtos de higiene e as mais variadas atividades, pois preocupa-se também com a convivência saudável ajudando no bem estar e na qualidade de vida.

 
 

Missão, Visão e Valores

MISSÃO

Contribuir para a saúde, a dignidade e qualidade de vida de menores carentes em tratamento médico, e seus familiares, vindos de outras cidades.

VISÃO

Buscar a melhoria contínua dos serviços oferecidos, tendo como propósito o bem estar dos pacientes e seus familiares, atendendo ou excedendo suas expectativas.

VALORES

  • Respeito
  • Equilíbrio
  • Justiça
  • Conduta Ética
  • Comprometimento

Conheça a nossa História

Em 1992, a Casa Maria Helena Paulina abre suas portas. O sonho dessa enfermeira, também vítima de câncer, torna-se realidade. 

A Sra. Maria Helena Paulina foi enfermeira do Hospital das Clínicas de São Paulo e ao se aposentar, descobriu-se portadora de câncer de mama. Durante seu tratamento, deparou-se com uma

problemática muito comum: a de famílias que vinham a São Paulo para tratamento médico e, por serem carentes, não tinham recursos para se hospedarem na cidade.

Na época existiam apenas duas casas de apoio na capital, que não supriam a necessidade e diversas pessoas passavam a noite na rua e debaixo de viadutos.  Sabendo como é o funcionamento de uma

casa de apoio e com informações suficientes, ela e suas duas primas, Marina e Regina, resolveram criar uma nova instituição, para que estas pessoas não permanecessem em condições tão subumanas durante um tratamento que além de ser demorado, exige diversos cuidados.

Inicialmente a casa funcionava com o trabalho da duas primas e outras pessoas que também tinham perdido um ente querido e eram solidárias à causa.

Em 1998, a Casa passou a ser acompanhada periodicamente pela Vara da Infância e da Juventude do Fórum Regional de Pinheiros, processo nº 900196/6 e possui registro no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente sob no. 824/CMDCA/1999.

Hoje, a casa acolhe em média 20 pacientes e seus acompanhantes, totalizando 40 pessoas por vez, em esquema de rodízio.

 

Nossa Equipe

Todo o trabalho da Casa só é possível devido a união dessa equipe!

Diretora:

Marina Marcondes Katumata

 

Colaboradores:

 

Dayse Godoy Marques

Tatiana Ferrari

Aline de Oliveira Silva

Bruno Gianfrancesco

Jailton de Souza Silva

Leandro Yoshio Marcondes Katumata

Luciana da Conceição

Marcelo da Silva Passos

Márcia Andrea Campos da Silva

Margarida Gonçalves de Sousa

Maria Regina Marcondes Camargo

Renata Gianizella

Tânia de Cássia Antunes

 
 

Relatório de Atividades

A Casa Maria Helena Paulina tem o compromisso de ser transparente com todos os seus colaboradores.

Para ver o nosso relatório de atividades 2016 clique no link ao lado.

 

Para receber o nosso estatuto ou os antigos relatórios entre em contato conosco pelo botão abaixo.  

Relatório de Atividades 2016

Nossas Atividades

Para garantir um melhor tratamento de nossos pacientes, nós proporcionamos atividades diversas para eles e seus acompanhantes.

Dentre essas atividades, mensalmente realizamos visitas e passeios e semanalmente contamos com o apoio de nossos voluntários.

Possuímos o apoio do psicólogo, Bruno Gianfrancesco, que realiza um tratamento com os pacientes e acompanhantes durante quatro vezes na semana.

O acompanhamento psicológico é muito

importante, pois pode auxiliar muito na construção do poder interior para o paciente

enfrentar o tratamento, seus medos e ainda os efeitos colaterais causados.

Possuímos o apoio de duas voluntárias, Zuleica e Carmen, que realizam atividades de recreação com as crianças durante duas vezes na semana.

Durante um tratamento infantil é muito importante manter as atividades de recreação para elas conseguirem enfrentar o tratamento e se sentirem crianças de verdade.

Pesquisas sobre o quanto o brincar faz bem no desenvolvimento da criança apontam, que o brincar proporciona o desenvolvimento de inúmeras habilidades.

Possuímos o apoio de uma voluntária, Helen Figueiredo, que realiza atividades de confecção de artesanato com as mães todas as quartas feiras.

Durante o tratamento as crianças, os pais precisam de atividades para relaxarem e aprenderem nossas atividades, para poderem ter forças para acompanhar seus filhos.

Nossa Estrutura

A Casa conta com 3 pavimentos, nos quais estão distribuídos:

 

- 11 quartos para assistidos (4 suites e coletivos e 7 individuais);

- 2 cozinhas (uma principal e uma de apoio);

- Lavanderia / churrasqueira;

- Enfermaria, biblioteca / brinquedoteca;

- Sala com TV, sala de atendimento (psicológico e terapêutico);

- Secretaria e sala da diretoria.

 

São atendidos mensalmente uma média de 60 pessoas (somando-se pacientes e seus acompanhantes).

Todas as atividades da instituição são mantidas graças à doações diversas e ao nosso bazar permanente na garagem da Casa!

 
quarto casa maria helena Paulina

Descreva sua imagem.